Notícias

Notícias e novidades em tecnologica e recrutamento

21 de março de 2018 - Jornal de Negócios

Randstad: Microsoft é a empresa mais atractiva para se trabalhar em Portugal

A Randstad Employer Brand Award 2018 revelou o ranking das empresas mais atractivas para trabalhar em Portugal. A Microsoft ocupa o primeiro lugar da lista.

 

A Randstad revelou hoje quais são as 10 empresas mais atractivas para se trabalhar em Portugal, com base num inquérito realizado a 5.177 participantes, com idades entre os 18 e os 65 anos, dos quais 47% do sexo masculino e 53% do sexo feminino, que representam uma amostra das várias regiões do país. 

 

Segundo a percepção dos inquiridos, depois da Microsoft, que mantém o 1.º lugar conquistado no ano passado, segue-se a Hovione Farmaciência (2.º), a TAP (3.º), que repete o 3.º lugar conquistado em 2017, a Nestlé (4.º), a ANA – Aeroportos de Portugal (5.º), a RTP (6.º), a Delta Cafés (7.º), a Siemens (8.º), o Banco de Portugal (9.º) e, por último, a Corticeira Amorim (10.º).

 

Os portugueses identificaram os sectores da aviação, tecnologias de informação e consultoria, turismo e lazer, banca, comida e bebidas como "as áreas com maior reconhecimento de marca e atractividade para trabalhar". No entanto, a área da saúde é a que vence como o sector que mais atrai os portugueses para trabalhar, isto apesar de não ter as marcas mais conhecidas na lista. Uma eleição que deriva de três factores: "a saúde financeira das organizações, a boa reputação e a utilização de tecnologia recente", sublinha o comunicado da Randstad sobre o seu Employer Brand Award 2018. 

 

Os factores que levam à distinção destes sectores identificados como mais atractivos são: "a saúde financeira, responsabilidade social, conteúdo de trabalho interessante, segurança profissional, bom ambiente de trabalho, boa reputação e equilíbrio entre vida pessoal e profissional", salienta o documento, divulgado esta terça-feira, 20 de Março.
 

O estudo da Randstad identificou também empresas...

Consultar artigo completo em Jornal de Negócios