Notícias

Notícias e novidades em tecnologica e recrutamento

6 de novembro de 2020 - Jornal de Negócios

Chineses e suíços investem 600 milhões na Farfetch

A Alibaba e a Richmont vão investir 600 milhões de dólares na empresa liderada pelo português José Neves. Já na Farfetch China entram com mais 500 milhões. E vão criar uma joint-venture.

É oficial. A Farfetch vai contar com um investimento de 600 milhões de dólares (515 milhões de euros) por parte da gigante chinesa do comércio eletrónico Alibaba e da suíça Richemont – dona da joalheira Cartier e da relojoeira Montblanc.
 

Em comunicado, a empresa liderada pelo português José Neves (na foto) refere que cada uma das empresas investirá 300 milhões de dólares, por via da compra de obrigações convertíveis da retalhista online de moda de luxo.

As ações da Farfetch seguem a disparar 10,88% no "after hours" da bolsa nova-iorquina, para 41,90 dólares, animadas por esta notícia, depois de terem fechado no horário regular da sessão desta quinta-feira a somar 7,76%.

Na segunda-feira, 2 de novembro, o The Information já aludia a esta possibilidade, ao dizer que as partes estavam em conversações. Nessa sessão, a cotada disparou 18%.

 

A Farfetch, com sede fiscal em Londres e a negociar desde setembro de 2018 na bolsa de Nova Iorque, está então a capitalizar esta confirmação, numa altura em que a China surge como o mais importante terreno de jogo para as marcas de produtos de luxo.

Melhor acesso ao mercado chinês

 

A Farfetch, Alibaba e Richemont anunciaram que esta parceria estratégica global visa dar às marcas de luxo um acesso reforçado ao mercado chinês, bem como acelerar a digitalização da indústria ...

Consultar artigo completo em Jornal de Negócios