Notícias

Notícias e novidades em tecnologica e recrutamento

28 de abril de 2021 - Business IT

Volume de negócios da Mind Source atinge 10,3 milhões de euros

A tecnológica nacional reuniu os jornalistas online para fazer um balanço de 2020 e explicar o que perspectiva para este ano. O crescimento do negócio na área da banca e seguros foi um dos principais responsáveis pelos resultados positivos. 

A Mind Source fechou o ano passado com uma facturação de 10,3 milhões de euros, o que corresponde a um aumento de 7,4%, em relação ao ano anterior e a uma rentabilidade superior a 5%. Em ano de pandemia, a empresa especializada em projectos de consultoria de TI e processos de negócio destaca que os resultados foram fruto de uma «política de expansão de negócio e de diversificação da área da actividade». As áreas da banca e dos seguros foram fundamentais para o crescimento da Mind Source que teve um ano de 2020 «exigente» como esclarece Rui Reis, executive director da empresa. O responsável considera que a Mind Source «apresentou resultados robustos, que testemunham a dedicação das equipas e a sua capacidade de resiliência».

No ano passado, a empresa criou o Health Program, um programa que teve como objectivo «assegurar as melhores condições de trabalho às equipas e garantir todo o apoio necessário para manterem a produtividade e trabalharem com todo o conforto e segurança» e que irá manter-se este ano.

O ano transacto foi também de «aumento de equipas comerciais e técnicas e de investimento no reforço das competências das equipas». Rui Reis revela que foram feitas «39 certificações e mais de 4500 horas de formação».

Novo escritório no Porto
Em 2020, a Mind Source abriu um escritório no Porto e o responsável faz um balanço positivo da operação: «Correu muito bem, conseguimos reforçar o nosso posicionamento e será uma das linhas de acção para 2021». O executive director refere o que motivou este passo: «A nossa actividade estava muito centrada na Grande Lisboa e queríamos dar mais atenção ao Porto e ao Norte, já que trabalhávamos nes...

Consultar artigo completo em Business IT