Notícias

Notícias e novidades em tecnologica e recrutamento

14 de maio de 2021 - Jornal de Negócios

Farfetch passa de perdas a lucros no primeiro trimestre

A empresa liderada pelo português José Neves reportou esta quinta-feira à noite, após o fecho de Wall Street, as contas do primeiro trimestre de 2021, tendo anunciado lucros de 517 milhões de dólares.

​A retalhista online de moda de luxo liderada pelo português José Neves reportou um lucro de 516,66 milhões de dólares entre janeiro e março, contra um prejuízo de 79,17 milhões um ano antes.

Este resultado líquido inclui 660 milhões de benefício 'non-cash' originado pelo impacto de um preço de ação mais baixo, nos items detidos a um valor justo e a redimensionamentos, sublinha a empresa na sua apresentação das contas.

O lucro por ação atribuível aos titulares de ações foi de 1,44 dólares, contra uma perda por ação de 0,24 cêntimos nos primeiros três meses de 2020.

Destaque também para o aumento homólogo de 46,4% (ou 153,6 milhões) das receitas, que ascenderam a 485 milhões de dólares, acompanhadas por uma melhoria na contribuição da margem das encomendas da plataforma digital para 33%.

Já o EBITDA ajustado melhorou para 19 milhões negativos, comparativamente com os 22 milhões negativos do primeiro trimestre do ano passado.

Por seu lado, o valor bruto de mercadorias (Gross Merchandise Value – GMV) cresceu 50% e o GMV digital (que é o volume total processado pela plataforma digital) aumentou 60% em termos homólogos, representando respetivamente 916 milhões e 790 milhões de dólares.

"A Farfetch teve um tremendo início de ano em 2021, com uma aceleração mais robusta do que o esperado nos negócios durante o primeiro trimestre e expectativas de crescimento para o conjunto do ano acima daquilo que tinha sido inicialmente antecipado", salienta no relatório e contas o CEO da empresa.
 

José Neves disse ainda estar mais confiante do que nunca na capacidade da empresa para acorrer às "significativas oportunidades de crescimento" que antevê enqu...

Consultar artigo completo em Jornal de Negócios