Notícias

Notícias e novidades em tecnologica e recrutamento

16 de julho de 2021 - Jornal Económico

Tecnológica portuguesa Bi4all investe 8 milhões de euros na renovação da sede

A empresa de ‘Big Data’ e inteligência artificial atingiu em 2020 um volume de negócios de 17,7 milhões de euros, o que representa um crescimento homólogo de 11%, e o EBITDA fixou-se nos 4 milhões de euros. Em Portugal, a faturação subiu 9% em relação ao ano anterior.

A tecnológica portuguesa Bi4all, especializada em analítica de dados e algoritmos de inteligência artificial (IA), investiu 8 milhões de euros na renovação da sede, em Lisboa, para responder aos desafios do modelo de trabalho híbrido e cada vez mais colaborativo, revelou ao Jornal Económico (JE) o CEO, José Oliveira.

A empresa atingiu, em 2020, um volume de negócios de 17,7 milhões de euros, o que representa um crescimento homólogo de 11%, e o EBITDA fixou-se nos 4 milhões de euros. Em Portugal, a faturação subiu 9% em relação ao ano anterior, mas o valor não foi revelado.

Perante esta expansão, a Bi4all espera recrutar pelo menos 30 colaboradores até ao final do ano. A multinacional de Big Data e engenharia de software tem trabalhado com farmacêuticas como OCP Portugal e Alloga-Logifarma, bancos e instituições financeiras como BNP Paribas e ECS Capital ou sociedades de advogados como a Vieira de Almeida (VdA), mas José Oliveira admite ao JE estar “preocupado” com a escassez de talento qualificado disponível em Portugal, necessário para dar continuidade a estes projetos.

Em termos internacionais, quais os mercados que mais cresceram no ano passado?

Os mercados internacionais têm um peso de 57% no volume de negócios e, em 2020, crescemos 12% além-fronteiras. A Europa e a América continuam a ter um peso grande no negócio. Para este ano, estamos focados em consolidar a nossa presença em Portugal e continuar a crescer a nível internacional, particularmente através do nosso nearshore center, que trabalha para clientes e projetos em todo o mundo, diretamente de Portugal, com uma vasta equipa total...

Consultar artigo completo em Jornal Económico