Notícias

Notícias e novidades em tecnologica e recrutamento

11 de janeiro de 2021 - ECO

Helena Castro, da ebankIT: “O grande desafio é manter a nossa identidade”

A fintech portuguesa ebankIT está a crescer e prepara-se para a internacionalização. Helena Castro, diretora de recursos humanos, garante que o maior desafio é manter a identidade da organização. 

Do zero. Helena Castro integrou a ebankIT em janeiro de 2018, para formar de raiz o departamento de recursos humanos. Numa empresa do setor das tecnologias de informação em franco crescimento e preparada para o mercado internacional, o maior desafio do presente e do futuro é garantir o envolvimento de todos os trabalhadores e a cultura da organização. “Quando falamos de crescimentos exponenciais e em curto espaço de tempo, o grande desafio é manter aquilo que é diferencial em nós: a nossa cultura, a nossa identidade, o nosso sentido de pertença e de equipa“, começa por contar à Pessoas Helena Castro, diretora de recursos humanos da ebankIT.

Apaixonada por matemática e ciências sociais, foi nos recursos humanos que encontrou a combinação perfeita e, na Adecco, em 2007, que teve o primeiro contacto com a área das TI, pela qual desenvolveu uma “afinidade” particular. “É uma área desafiante, que acaba por nos fazer procurar. Muitas das novas tendências acontecem primeiro na área das tecnologias da informação”, explica a responsável. Helena Castro passou ainda pela New Boston Select – que, mais tarde, deu origem à Randstad Technologies -, e, em 2015, trouxe para Portugal a QiBit, empresa especializada em recrutamento no setor de IT.

É natural que quando as pessoas se sentem bem, que fazem parte, o nível de produtividade é diferente. Para mim, é a única forma de coordenar pessoas.

Helena Castro

Depois de uma década ligada à consultoria de recursos humanos, sentiu vontade de abraçar um projeto pessoal quando surgiu o convite para formar o departamento de recursos humanos da ebankIT, na altura com 40 trabalhadores. Quase dois anos depois, Helena Castro tem a...

Consultar artigo completo em ECO